Para nós todo o amor do mundo!

29.6.17


Esses dias li uma frase que me marcou bastante, ela dizia assim "Se Jesus tivesse amado a humanidade da mesma que ela o amou, Ele não teria morrido na cruz para salva-la." 

Fiquei martelando por várias dias seguidos isso. E acabei me dando conta de uma coisa...

Nós pregamos tanto a reciprocidade e esquecemos de pregar o amor. De espalhar o amor. 
Nós vivemos a cultura do desapego, a cultura do ''dar o troco'', a cultura do ''vou postar indireta sim!''. 

A gente deixa com que o orgulho fale mais alto e esquecemos de sermos humildes, gentis, de espalhar coisas boas sem se importar se o outro nos ofendeu, sem se importar em receber algo em troca.

Preferimos fechar a cara e não falar com determinada pessoa simplesmente pelo fato de não sabermos perdoar. 
Preferimos romper amizades e relacionamentos pelo fato de não sabermos aceitar determinadas coisas, por não saber deixar o amor ser maior, por querer ter sempre a razão e não ceder.
Preferimos agredir os outros com palavras, do que manter a calma e tentar resolver numa boa.

A gente as vezes fica tanto tempo na nossa bolha que esquecemos que pra deixar alguém entrar na nossa vida é necessário abrir espaço pra ela. É preciso estourar a bolha. 
A gente sempre reclama que não tem ninguém. Que precisamos de novos amigos, novos relacionamentos. mas nunca estamos abertos e receptivos a conhecer novas pessoas. 

Sei que as armaduras são nosso meio de se defender. Que nossa frieza é o resultado de queimaduras intensas... Afinal, nosso querido coração já apanhou tanto que é natural ele querer se esconder do mundo... Mas elas não precisam sempre se fazer presentes em nossa vida, afinal não estamos numa peça de teatro. Não há necessidade de usar sempre uma máscara.

Que sejamos capazes de perdoar mesmo sem ouvir um pedido de perdão.
Que sejamos capazes de conseguir manter a calma mesmo que nossa boca queira ''soltar fogos''. 
Que sejamos humildes e possamos dar sempre o nosso melhor, sem esperar nada por isso. Sem esperar que o outro faça o mesmo. 
Que possamos gritar aos quatro cantos o quanto é bom amar, mesmo depois das brigas, mesmo que magoados. 
Que possamos curar nosso coração mesmo depois de cada tropeço, tendo sempre a certeza que tudo que é acontece é por um motivo e que Deus sempre tem o melhor para nós.
Que o amor se faça mais presente na nossa vida e que podemos espalha-lo sem esperar nada em troca. ❤

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar!
Críticas, sugestões e elogios são bem-vindos, pois ajudam a tornar o blog melhor para todos! ♥
Maiores informações entre em contato pelo e-mail contatoblogdup@gmail.com.
Muuuuitos beijos pra você e obrigada pela visita! ♥

Adaptado por Tanise Silveira. Blog DUP.. Tecnologia do Blogger.