Sobre amadurecimento e outras coisinhas...

10.4.17


Eu não fiz faculdade do que mais sonhava, não fui nem em um terço dos lugares que fazia planos, meus sonhos mudaram e com eles meus planos.

Não me imagino mais com super poderes, muito menos acredito que o meu príncipe encantado vai chegar logo.


A insegurança e o medo do incerto continuam iguais.
A timidez cedeu lugar a uma cara dita por muitos como ''de pau''. 

O brilho nos olhos ao ver contos de fadas continua o mesmo, assim como a vontade de rir de tudo. E pra tudo. 

Os joelhos ralados foram subsistidos por arranhões, tapas, socos e facadas no coração. Talvez o drama tenha aumentado um pouco, ou muito... Isso justifica o estado psicológico um tanto desequilibrado. 

O cabelo continua rebelde. E as unhas não conseguem se manter grandes. A maquiagem se tornou a grande aliada. E talvez as lágrimas caiam com mais frequência do que antes... 

A paixão pelos livros foi aumentando, assim como a proximidade com Deus.

Apesar das cabeçadas, os erros serviram como forma de amadurecimento. Ensinaram que errar é algo normal e que ninguém está livre disso. E que, por isso, não é o fim do mundo. 

As amizades foram construídas e desconstruídas com facilidade. Assim como o vento, algumas foram leves como brisa, passando de mansinho, deixando rastros suaves, que fazem sorrir... Outras passaram como um tornado. Arrastando e destruindo as coisas ao redor. Fazendo chorar...

Por falar em chorar, o choro deixou de ser por tombos. E começou a ser por palavras e atitudes. Pois elas têm o poder de ferir muito mais... 

O amor pelas palavras continuo crescente a cada dia, assim como a vontade de ir sempre além. Pena que o medo teima ainda em falar mais alto. Mas já tá na hora de evoluir né? 


 Acesse e conheça o grupo ♥

Comente com o Facebook:

Temos 18 comentários :)

  1. Realmente a gente nunca é o mesmo, a cada dia mudamos, sonhos mudam!
    As pessoas reclamam tanto que mudamos, mas a mudança é necessária para evoluirmos.
    Eu adoro pergunta da foto, mas nunca soube responder isso muitas vezes me deixa intrigada.
    ótimo post!

    beijos♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente necessária ♥
      As vezes fico confusa com essa pergunta também... haha

      Excluir
  2. Adorei o texto! Muitas vezes parei e pensei assim, quando eu era criança e hoje em dia. Fui uma criança muito feliz apesar de todas as dificuldades, tenho saudades daquele tempo.
    Eu queria ser um pouco mais do que eu era.
    bjs
    Simplesmente Ciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ciana ♥
      As vezes bate uma saudade de como éramos né? Mas é preciso sempre seguir em frente! ♥

      Excluir
  3. Que texto maravilhoso! Nunca parei para pensar no que meu "eu" de criança iria pensar se me visse agora... é uma boa pergunta, viu?
    Bjks!

    http://mundinhodahanna.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obriigada Hanna!
      Pois é, nos faz pensar bastante...

      Excluir
  4. Lindo texto e linda a reflexão que você nos trouxe. A gente vive mudando, graças a deus, mudando de atitude, de opinião... a vida vai nos moldando e nos transformando. Eu não sei se a criança que eu fui teria orgulho de quem eu me tornei, mas talvez tenha de como consegui me adaptar, e acho que isso vale para todos.

    Beijo!
    Amanda
    Metamorphya••• Particpe do Sorteio de 1 Ano do Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Amanda! ♥
      Pois é, aina bem que vamos mudando e evoluindo
      Beijão!

      Excluir
  5. Realmente, para mim é o mesmo, o medo ainda continua falando mais alto, infelizmente. Mas a gente não pode amadurecer em tudo ao mesmo tempo né ? haha
    E sobre chorar não mais por tombos e sim por palavras , é pura verdade. Dói e machuca muito, acho que mais que tombos as vezes rs
    lindo texto! Beijinhos
    www.soltavoz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gabi! ♥
      É, seria ótimo se deixássemos o medo de lado ne? pena que ela teima em não nos soltar hahaha

      Excluir
  6. Amei seu texto. Acho que apesar de tudo a criança que eu era teria orgulho de quem eu sou hoje, só não sei se vai ter orgulho do que me tornarei amanhã. Tenho bastante medo de enrascar numa vidinha estável e esquecer dos meus sonhos. A vida adulta é uma coisa que me assusta muito.
    Skyscrapers

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e como assusta ne? Mas precisamos saber encarar e acreditar que faremos as melhores escolhas ♥

      Excluir
  7. Amei seu texto!
    Amadurecer é exatamente isso, deixar de chorar pelas dores físicas e começar a sentir as emocionais.
    Não que quando crianças não as tenhamos, mas parece que quando crescemos elas se tornam maiores e fica o pensamento: será que deveriam mesmo ser maiores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exatamente!
      Sempre penso sobre isso, tipo oi? sera que eu to na idade certa? Eu ainda gosto das coisas de criança, dá pra voltar no tempo? hahaha mas temos que saber evoluir e seguir sempre em frente ♥

      Excluir
  8. Que texto incrível, adorei! Realmente nos faz parar pra pensar nas escolhas que fazemos durante a vida e como as coisas mudam conforme evoluimos. As pancadas vem para nos ajudar a evoluir e tirar alguma lição delas, acredito nisso :) Tudo faz parte do processo de amadurecimento!
    Adorei, você escreve muito bem!
    Beijos,
    http://www.nomundodaluablog.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Aline ♥
      Tudo faz parte do nosso processo de crescimento e aprendizagem :)

      Excluir
  9. Cair, levantar, voltar a cair e voltar a levantar faz tudo parte do processo. Umas coisas mudam, outras não, mas a essência está sempre lá!

    Beijinho,
    Ju, Cor Sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a essência que nos faz seguir nossos sonhos e amadurecer ao longo da realização deles ♥

      Excluir

Sinta-se à vontade para comentar!
Críticas, sugestões e elogios são bem-vindos, pois ajudam a tornar o blog melhor para todos! ♥
Maiores informações entre em contato pelo e-mail contatoblogdup@gmail.com.
Muuuuitos beijos pra você e obrigada pela visita! ♥

Adaptado por Tanise Silveira. Blog DUP.. Tecnologia do Blogger.