Sobre mudanças e desapegos...

9.12.15

Ooooi galerinha! 
Tudo bem? Hoje o post é diferente, diferente não, mas é que faz tempo que não posto desabafos e textos aqui... Mas enfim, precisava escrever, precisar botar em palavras o que não conseguia expressar... Ler o livro ''Não se apega não'', me ajudou muito, logo tem resenha dele aqui... mas enfim, as vezes temos que deixar com que as palavras nos guiem, pois colocando-as pra fora, podemos descobrir pra onde quereremos ir, qual rumo iremos tomar...


Querido diário... Um dia, o cabelo muda, a voz engrossa e as opiniões e pensamentos amadurecem. Um dia, nossos sonhos se tornam impossíveis, as bandas que amávamos nos fazem sentir vergonha. Nossa cor favorita muda e os amores nos partem o coração. 

Ah meu querido diário, por que quando se é 
criança é tudo mais fácil? Por que as coisas tem 
que ser assim? A resposta está bem na nossa 
cara não é? É. Eu sei...

Porque quando criança não nos importamos com a opinião dos outros, nos deixamos levar por aquilo que nos faz bem, aquilo que nos deixa feliz, queremos ficar ao lado de quem nos traz felicidade e nem ligamos se isso agrada ou não alguém. Não sofremos de amor, porque enxergamos só as coisas boas, não conhecemos a ilusão. Quando crescemos, deixamos tudo isso de lado...

A opinião e felicidade dos outros parece ser muito mais importante do que nossa própria felicidade. Exigimos de nós mesmos ser uma pessoa perfeita, uma pessoa considerada ideal, mas ideal ao ponto de vista de determinadas pessoas..

E acabamos esquecendo, e só mais tarde é que nos damos conta, que 
a perfeição é diferente para cada ponto de vista. 

Esquecemos que a felicidade dos outros muitas vezes representa nossa tristeza. Pois acabamos fazer coisas, contra a nossa vontade, só para agradar, só para fazer os outros felizes. Corremos atrás de alguém que nos faça feliz incondicionalmente, e depositamos nessa pessoa nossa felicidade, como se ela fosse a única capaz de nos fazer sorrir. 

Procuramos desesperadamente alguém que seja nossa ''metade'', mal sabendo que não precisamos de metade nenhuma. Somos completos

Somos os únicos responsáveis por nos fazer feliz. 
Por nos amar, por nos fazer sorrir, por nos fazer sentir bem. 

A felicidade que carregamos dentro de nós não depende de ninguém. Depende exclusivamente de nós mesmos. Não tem motivos para nos privar da felicidade, das coisas que nos fazem bem, daquilo que nos faz sorrir. Pra que ter medo ou vergonha do que os outros vão pensar? Dane-se o que os outros pensam. 

É preciso correr atrás da felicidade, atrás dos nossos sonhos...

A vida passa tão rápido, perdemos as pessoas ao nosso redor e quantas vezes a perdemos sem dizer o que gostaríamos? Quantas vezes perdemos a oportunidade de fazer algo pelo simples medo de arriscar? Pelo simples medo de dar a cara a tapa?! Quantas vezes esperamos que alguém nos ame e nós mesmos não nos amamos? Não nos colocamos em primeiro lugar? 
As vezes, é só preciso refletir e repensar... Nem tudo está perdido. 



Beeijos, ♥ 

Comente com o Facebook:

Temos 4 comentários :)

  1. adorei o texto!
    às vezes perdemos tempo demais preocupados com a opinião dos outros, e deixamos de fazer coisas que nos deixariam felizes só por ter essa preocupação!!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, quantas coisas perdemos a oportunidade por simples medo não é?
      beijão Lu! ♥

      Excluir
  2. Gostei do seu texto. Eu escrevi meu diário até os meus 19 anos rsrsrs... tem quase dois anos, que eu parei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obriigada!
      É, eu faz tempo que napbescrevo em diários... Mas sempre escrevo no blog, o que é não deixa de ser diário também ne? Hahaha 😍

      Excluir

Sinta-se à vontade para comentar!
Críticas, sugestões e elogios são bem-vindos, pois ajudam a tornar o blog melhor para todos! Mas lembre-se: respeito em primeiro lugar. :}
Deixe o link do seu blog para que eu possa retribuir a visita.
Maiores informações entre em contato pelo e-mail tanisesilveira@gmail.com. Muuuuitos beeijos pra você!! s2

Adaptado por Tanise Silveira. Blog DUP.. Tecnologia do Blogger.