Viscose

27.3.13


A Viscose foi descoberta em 1891, por Cross e Bevan, ao desenvolverem um novo processo de produção de fibras têxteis artificiais que consistia no mesmo processo de execução da seda artificial, mas em solução alcalina.
A fibra de viscose é produzida a partir de um elemento natural, o línter de algodão. Trata-se de uma fibra regenerada obtida através da dissolução das fibras de material celulósico (algodão) formando-se uma pasta celulósica que por extrusão (fieiras) e em contato com outra solução volta a precipitar-se regenerando o material fibroso, produzindo-se assim a fibra artificial de viscose.
Os fios e fibras de viscose são parecidos com os de algodão em absorção da umidade, resistência à tração e caimento. Quando tingidos, sua cor fica mais intensa.  Porém, amarrota facilmente e amarela muito fácil. Sua elasticidade é alta, mas inferior se comparada ao algodão e a seda. Não precisam de lavagens muito longas. Tem um toque suave e macio.
A viscose pode ser utilizada pura, ou em mistura com outras fibras nas mais diferentes proporções.  Os tecidos com ela produzidos atingem todos os segmentos do mercado têxtil: tecidos planos, malhas, cama, mesa, banho, bordados e linhas.
Embora os tecidos de viscose sejam bastante requisitados por confeccionistas de moda, a produção destas fibras não tem grandes perspectivas de crescimento a nível mundial, em razão dos altos custos ambientais inerentes à sua produção.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar!
Críticas, sugestões e elogios são bem-vindos, pois ajudam a tornar o blog melhor para todos! ♥
Maiores informações entre em contato pelo e-mail contatoblogdup@gmail.com.
Muuuuitos beijos pra você e obrigada pela visita! ♥

Adaptado por Tanise Silveira. Blog DUP.. Tecnologia do Blogger.